Instituto Memória - Centro de Estudos da Contemporaneidade Instituto Memória - 15 anos Instituto Memória - Televendas - 41.3016 9042
 

Centro de Estudos da Contemporaneidade

INSTITUTO MEMÓRIA EDITORA & PROJETOS CULTURAIS

CENTRAL DE RELACIONAMENTO: (41) 3016 9042 - WhatsApp: (41) 8714 7883 - E-mail: sac@institutomemoria.com.br

ATENDIMENTO AO PÚBLICO: Segunda a Sexta - das 08h00 às 12h00 - 13h00 às 17h00.

Rua Deputado Mário de Barros, 1700, Cj. 117 - Juvevê - Curitiba - Paraná - Brasil. CEP 80.530-280.

NOSSA MISSÃO:

“O que não se compartilha... se perde!”
Gerar, disseminar e preservar conhecimento científico. Dar Vez e Voz a pesquisadores sérios e comprometidos com a construção de uma sociedade mais justa em um mundo que caiba todo mundo de forma digna! Fomentar a produção e a democratização do saber (um saber crítico transformador voltado para uma cultura capaz de desenvolver uma consciência crítica e engajada), tornando-o socialmente útil.

NOSSA VISÃO:

SOMOS HUMANISTAS, HUMANITÁRIOS, DEFENSORES INTRANSIGENTES DA PLURALIDADE (unidade na diversidade) E DO DIREITO AO CONTRADITÓRIO! Temos no SER HUMANO o ponto de partida e de chegada de todos os nossos melhores esforços. A modernidade produziu um mundo menor do que a humanidade. Sobram milhões de pessoas, mas o conhecimento é a grande arma de integração e inclusão. E o livro é a grande ferramenta do conhecimento. A palavra escrita não apenas permanece, ela floresce e frutifica.

A EDITORA:

15 ANOS - MAIS DE 700 OBRAS PUBLICADAS, ENVOLVENDO MAIS DE 3.000 AUTORES - MAIS DE 150 EVENTOS REALIZADOS!

Somos uma "Editora-Conceito", ou seja, atuamos em temas verticais e especializados, de alta relevância científica e social. Fundada em 2000, especializada em publicação de pesquisas acadêmico-científicas, tendo publicado mais de 3.000 autores em todo o território nacional, apresentando um dos mais qualificados Conselho Editorial do Brasil, onde todos os conselheiros possuem titulação mínima em Doutor e alto reconhecimento científico no seu segmento de pesquisa e ensino. O nosso objetivo é garantir a publicação dos melhores e mais relevantes trabalhos de pesquisa (teses, dissertações e monografias), sempre observando os critérios QUALIS/CAPES, visando zelar pela excelência científica das obras. Não apenas acolhemos as pesquisas científicas, mas, também, as incentivamos, sempre estruturando projetos e propondo aos pesquisadores através do nosso Centro de Estudos da Contemporaneidade.

NOSSA GRÁFICA:

Nossa gráfica, totalmente digital, exclusiva para atender a nossa produção, adota o sistema de "Impressão por Demanda" que permite que as publicações sejam impressas conforme forem sendo vendidas, "just in time", não havendo, portanto, formação de estoque, e possibilitando que, entre uma impressão e outra, o autor faça as atualizações e alterações que achar necessárias. É relevante citar que devido ao nosso programa integrado de produção, é possível finalizar a edição e a impressão de uma obra em um prazo de apenas 48 horas, a partir do momento em que a editora recebe o arquivo com a obra já digitada e revisada. Nossa relação de leasing com o nosso fornecedor-parceiro garante que tenhamos, sempre as mais atualizadas tecnologias de impressão digital, com atualizações semestrais.

O EDITOR: ANTHONY LEAHY

Editor Fundador do Instituto Memória - Centro de Estudos da Contemporaneidade. Ex-diretor da Fundação Orlando Gomes – UFBA – Universidade Federal da Bahia. Ex-Coordenador da EMAB – Escola de Magistrados da Bahia/Tribunal de Justiça da Bahia. Ex-coordenador de Pós-Graduação da Universidade Gama Filho. Ex-coordenador nacional de Marketing da Rede Solidária - CNBB. Doutor Honoris Causa pela Câmara Brasileira de Cultura. Membro do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná. Membro da Academia de Cultura de Curitiba. Membro do conselho de cultura da ACP - Associação Comercial do Paraná. Conselheiro da Academia Brasileira de Arte, Cultura e História. Cidadão Honorário de Curitiba. Moção Honrosa pela Assembleia Legislativa do Paraná. Medalha de Mérito Cultural pela Câmara Municipal de Curitiba. Comenda Bravos Cavaleiros de São Paulo. Medalha Simon Bolívar de Mérito Cultural e Colar Rui Barbosa de Realizador Cultural. Autor de 13 livros sobre Formação da Identidade Cultural de Curitiba e Palestrante sobre “Cultura e Identidade”, "Democratização/Socialização do Saber Científico", "Responsabilidade e Inclusão Social" e "Mercado Editorial".

Conselho Editorial

* CONSELHO CIENTÍFICO-EDITORIAL: Nosso Conselho Editorial é internacional e multidisciplinar, formado exclusivamente por doutores. O objetivo é garantir a publicação dos melhores e mais relevantes trabalhos de pesquisa (teses, dissertações e monografias), sempre observando o critério do "double blind review", de forma a atender aos critérios QUALIS/CAPES. Visando zelar pela excelência científica das obras, todas as publicações têm, obrigatoriamente, que ser submetidas e aprovadas pelo nosso conselho científico-editorial. Para conhecer mais sobre os nossos conselheiros sugerimos acessar a opção EVENTOS E NOTÍCIAS, menu superior deste site, e/ou pesquisar na base Lattes.

------------------

REGRAS DE OURO PARA ESCOLHER UMA EDITORA:

1 – POSSUIR CONSELHO EDITORIAL QUALIFICADO: Quanto mais qualificado é o conselho, maior credibilidade a obra e o autor terão. Se a editora não analisar a obra e propuser publicar tudo, bastando pagar (filtro financeiro e não meritocrático), tome cuidado! Quem faz isto é gráfica, pois o compromisso é apenas com a qualidade de impressão - forma - e não com a qualidade da obra - conteúdo. Uma editora séria endossa, a partir da qualificação e credibilidade pública dos seus conselheiros, a qualidade técnica da obra - conteúdo - e vai impactar na sua repercussão pública. Pense sempre com quem você vai relacionar o seu nome a sua obra! Excelência de forma e conteúdo é a nossa proposta, é a nossa luta.

2 – EDITOR ATUANTE NA ÁREA. Um editor tem que ter livros publicados, de sua autoria, para saber da angústia que é ser um autor, além de uma luta pública pela cultura e pela cultura. Importante ter um passado e um presente ativo no segmento cultural! E é importante o autor conhecer o seu editor.

3 – DISTRIBUIÇÃO NACIONAL: Só acredite se, e somente se, estiver no contrato. Exija e cobre.

4 – CONTRATO:Tem que constar todos os aspectos negociados, inclusive a distribuição e promoção da obra e do autor, explicitamente. Cuidado com a duração do contrato (cessão permanente onde a obra deixa de ser do autor) e o compromisso com obras futuras (Direito de Preferência). Lembre-se que, juridicamente, o que vale é o que está escrito.

5 - CUIDADO: Pagar para publicar ou comprar a primeira edição? Se um conselho analisou e aprovou a publicação da obra, por que o autor tem que pagar para publicar? A análise é de conteúdo da obra ou do perfil financeiro do autor?

O lançamento de uma obra, literária ou científica, tem que ser um trampolim para a visibilidade e para o sucesso, e não uma âncora, uma prisão, portanto, o autor deve tomar muito cuidado com o que assina.

Paz e Bem!

CONSULTE-NOS: sac@institutomemoria.com.br

Instituto Memória - 15 anos Blog do Editor

"Deus quer, o homem sonha, a obra nasce." Fernando Pessoa