Instituto Memória - Centro de Estudos da Contemporaneidade Instituto Memória - 15 anos Instituto Memória - Televendas - 41.3016 9042
 

PESQUISA
Pesquisa por Título ou Autor/Colaborador:

Texto da Pesquisa:


clique na capa para ampliar

A Confeitaria das Famílias: servindo o doce sabor a família curitibana

Autor: Iara Lis Nunes
Páginas: 108 pgs.
Ano da Publicação: 2011
Editora: Instituto Memória
Preço: R$ 30,00

SINOPSE

 

 O presente trabalho foi aprovado como monografia, que permitiu a obtenção do título de Bacharelado e Licenciatura no curso de graduação em História da UFPR, 2006. Inserido na História da Alimentação, temática esta que abrange a “Empresa Confeitaria das Famílias, servindo o doce sabor à sociedade curitibana” como objeto de pesquisa. Com a realização do mesmo, buscou-se verificar de que forma a confeitaria se constituiu em um dos pontos gastronômicos mais conhecidos da cidade, sendo que os doces produzidos e comercializados pela empresa, inclusive pelo tamanho, pelo sabor e pela qualidade, conferem uma identidade única à Confeitaria das Famílias.

--------------------

- Capítulo 1 - A História e a Trajetória do Açúcar. que constará de  um relato histórico da trajetória da cana-de-açúcar pelo mundo até ser processada em açúcar, enfocando sua simbologia histórica de poder e riqueza para muitos países e pessoas, sua difusão na Europa pelos árabes e no Brasil pelos portugueses. Evidenciando-se, por fim, o papel do açúcar e dos doces na sociedade brasileira.

- Capítulo 2 - O Desenvolvimento da Sociedade Paranaense. no qual se discorrerá sobre as muitas transformações pelas quais o estado do Paraná e, conseqüentemente, a cidade de Curitiba, passaram no período do pós-guerra e com o advento da industrialização, aqui acelerado pela expansão do café como principal produto exportador. Aborda-se, ainda, a conseqüente inserção dos imigrantes na sociedade paranaense e do momento em que a capital emerge como centro do poder e a tradicional Rua XV surge como espaço de sociabilidade da sociedade curitibana.

- Capítulo 3 – A Confeitaria das Famílias. Aqui se buscou, através da memória, reconstituir seu passado e as formas de resistência que a empresa desenvolveu para se manter no mercado há 61 anos, sob a ótica de seus clientes, funcionários e fundadores.